sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

E mais ninguém.

Não há mal algum em desejar estar só, consigo mesmo. Ter um minuto que seja para deitar sozinho sobre a cama e pensar sobre qualquer coisa que venha a mente. Colocar as idéias no lugar, ou então deixar que elas simplesmente permaneçam bagunçadas e quietas lá no fundo de uma caixinha. Sentar sobre o chão e deixar que as lágrimas façam o seu caminho natural, dos olhos até a curva final do seu queixo. Sentir o peito doer com uma angústia enquanto abraça as próprias pernas, procurando por força. Deixar a luz do sol entrar por todo o quarto escuro chegando até os seus olhos. Isso jamais seria egoísmo. Estar com você mesmo, precisar de si mesmo, não por não ter ninguém para permanecer ao seu lado, mas por perceber que você também pode se fazer Feliz, você também pode se ajudar, não por outros ou outras. Porque você se ama acima de tudo, você tem que se amar acima de tudo, apenas por si mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário