domingo, 18 de março de 2012

The garden

Eu te aceito, eu te quero, com todas as suas pétalas, toda a sua beleza. Eu te quero, eu te aceito, mesmo com todos os seus defeitos, os seus espinhos. Para que as minhas pétalas curem a dor dos seus espinhos, para que as suas pétalas curem a dor dos meus espinhos. E se assim você desejar, serei eternamente o seu jardim, recebendo pétalas e espinhos do começo ao fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário